Vigilante é morto na frente de farmácia em Brejo da Madre de Deus, Agreste - PE

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Pernambuco-PE
G1.globo.com-28/07/2016: Um vigilante de 36 anos foi morto a tiros enquanto trabalhava na madrugada desta quinta-feira (28) em São Domingos, distrito de Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco. Ao G1, o delegado Julio Porto informou que a vítima fazia segurança particular de estabelecimentos comerciais e foi assassinado na calçada de uma farmácia.

"Ele foi abordado por dois indivíduos em uma motocicleta, que efetuaram ao menos cinco disparos contra a vítima", detalhou o delegado.

O corpo do homem foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru e o caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil local.

Do G1 Caruaru


Governo do Distrito Federal faz contratos emergenciais de vigilância por R$ 77,3 milhões - DF

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Distrito Federal-DF
G1.globo.com-28/07/2016: O governo do Distrito Federal firmou nesta quarta-feira (28) três contratos emergenciais para contratar 1.988 vigilantes e supervisores. Segundo a Secretaria de Planejamento, o objetivo é substituir três contratos que se aproximavam do fim e que não poderiam ser prorrogados. Um edital do tipo, aberto em abril deste ano, está em análise pelo Tribunal de Contas. Os novos contratos valem por 180 dias ou até que uma nova licitação ocorra.
Resultado de proposta que venceu um contrato emergencial  para serviço de vigilância no Distrito Federal.  Foto: Reprodução/G1 DF
Resultado de proposta que venceu um contrato emergencial
para serviço de vigilância no 
Distrito Federal.
Foto: Reprodução/
G1 DF
De acordo com a secretaria, um dos contratos venceu nesta quarta-feira (27) e dois outros venceriam neste domingo (31). Os acordos emergenciais vão custar juntos ao governo R$ 77,3 milhões. A empresa Brasfort, da família do deputado Robério Negreiros (PSDB), foi a vencedora dos três contratos emergenciais.

Segundo o GDF, a empresa foi escolhida por meio de uma comissão especial composta por sete servidores por ter oferecido preço menor que as empresas “competidoras”. A Brasfort concorreu contra oito empresas em dois contratos e sete no terceiro.

Uma licitação aberta em abril deste ano para atender 65 órgãos do GDF está em análise no Tribunal de Contas. Em 12 de julho, a Secretaria de Planejamento alertou o sindicato que representa os vigilantes e 24 empresas do DF para que enviassem propostas de serviço para firmar os contratos emergenciais. Após questionamentos do Tribunal de Contas, a pasta enviou um novo projeto para o sindicato e 25 empresas do setor.

O que diz a lei
A Lei das Licitações (nº 8.666, de 1993) prevê dispensa de licitação caso haja urgência de atendimento de situações que possam “comprometer a segurança de pessoas”. Segundo a secretaria, uma lei do DF garante que os vigilantes que trabalhavam nos antigos contratos sejam aproveitados pela nova empresa contratada.
Faixa colocada por vigilantes em frente ao Palácio do Buriti,  em Brasília, durante manifestação.  Foto: Mateus Vidigal/G1
Faixa colocada por vigilantes em frente ao Palácio do Buriti,
em Brasília, durante manifestação.
Foto: Mateus Vidigal/G1
Demissões
No mês passado, vigilantes de empresas contratadas pelo GDF fizeram um protesto em frente ao Palácio do Buriti para questionar a demissão de 600 funcionários em duas semanas. Eles levaram carro de som e faixas para a praça em frente à sede do Executivo.

Atualmente, as empresas que prestam serviço ao GDF têm 6,7 mil vigilantes contratados. O sindicato diz que a categoria atua com um déficit de 700 funcionários. O salário de um vigilante é de R$ 2.454,78, já incluindo o benefício de R$ 566 de risco de vida.

De acordo com o presidente do sindicato dos vigilantes, Francisco Paulo de Quadros, as demissões causam prejuízo à segurança de pontos como o Parque da Cidade, Centro de Convenções, zoológico e escolas.

Do G1 DF


Vigilante de hospital é preso por descumprir medidas em Cuiabá - MT

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Mato Grosso-MT
Folhamax.com.br-27/07/2016: Um homem acusado de violência doméstica teve o mandado de prisão cumprido, pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (26.07), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM).

O acusado João Dias de Oliveira, 45, teve a ordem judicial decretada após ter descumprido as medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

O suspeito trabalha como vigilante em um Hospital na Capital e na quinta-feira (21), uma equipe da DEDM foi até a unidade, mas não conseguiu localizá-lo. Ele se apresentou na Delegacia da Mulher de Cuiabá, na tarde de terça-feira, momento em que teve a ordem judicial cumprida.

Da Redação Folhamax.com.br


Vigia de posto de combustíveis é assassinado por ladrões - MG

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Minas Gerais-MG
Noticias.r7.com-27/07/2016: O segurança de um posto de combustíveis no bairro Padre Eustáquio, região noroeste de Belo Horizonte, foi assassinado por ladrões, na madrugada desta quarta-feira (27). Depois de atirar, os suspeitos ainda levaram a arma do vigia.

Os bandidos estacionaram o carro em rua atrás do posto. Em seguida, dois criminosos desembarcaram e foram até o estabelecimento. Um deles abordou Edmar Domingues, 36 anos, e o perguntou sobre a loja de conveniências. Desconfiado, o segurança levou a mão até a arma que estava na segurança. Neste momento, o segundo ladrão apontou para a cabeça da vítima e disparou.

Após o crime, a dupla fugiu com a arma do vigia. Até o momento, ninguém foi preso. A Polícia Civil vai investigar o caso.
Edmar Domingues foi atingido por um tiro na cabeça.  Foto: Record Minas
Edmar Domingues foi atingido por um tiro na cabeça.
Foto: Record Minas
Do R7 com Record Minas


Vigilante morre após cair com moto em estrada vicinal - RO

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Rondônia-RO
Rondoniagora.com-27/07/2016: José Izalino da Silva, 65 anos, morreu na manhã desta quarta-feira, após cair da motocicleta em que viajava sozinho, uma Honda CG Fan, com destino a Ouro Preto do Oeste pela vicinal 08 da Linha 37, a aproximadamente quatro quilômetros da RO-473, na esquina da Escola Manoel Santos, onde ele trabalhava como vigilante.
José Izalino da Silva, 65 anos, morreu na manhã desta quarta-feira. Foto: Rondoniagora.com
José Izalino da Silva, 65 anos, morreu na manhã desta quarta-feira.
Foto: 
Rondoniagora.com
O acidente aconteceu por volta de 9 horas. José Izalino residia próximo aonde caiu ao passar por cima de uma pedra, e perder o controle da motocicleta. Ele foi encontrado por populares, ao lado da moto e do capacete ensanguentado.

José Izalino saiu de casa cedo para ir ao banco sacar seu salário. Funcionário da prefeitura de Ouro Preto há mais de duas décadas, ele estava próximo de se aposentar.

A direção e funcionários da Escola Manoel Santos estão bastante chocados com a tragédia. O prefeito Alex Testoni está viajando, mas tomou conhecimento do acidente ocorrido com José Izaltino, e lamentou a perda de maneira trágica e tão repentina do servidor da prefeitura.

Da Redação Rondoniagora.com


Mais um vigilante é baleado durante roubo de carga em São Gonçalo - RJ

Publicado às 7/28/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

Rio de Janeiro-RJ
Osaogoncalo.com.br-27/07/2016: Em menos de 48 horas, mais um segurança que fazia a escolta de uma empresa de cargas de cigarros foi baleado em São Gonçalo. O caso mais recente aconteceu no início da tarde de ontem, no Galo Branco. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio, o município registra média de dois roubos de carga por dia.
Criminosos fortemente armados atacaram a tiros  carro que fazia escolta da carga de cigarros.  Foto: Sandro Nascimento
Criminosos fortemente armados atacaram a tiros
carro que fazia escolta da carga de cigarros.
Foto: Sandro Nascimento
Os funcionários contaram que estavam chegando à Rua Carlota Duque Estrada para fazer a entrega da carga, quando cinco homens armados de fuzis e pistolas chegaram num Uno preto, e começaram a atirar contra os vigilantes. Ao ver os criminosos, Igor Augusto dos Santos, de 34 anos, ainda teria tentado se render, mas acabou baleado na perna e no braço.

Em seguida, houve um intenso confronto, que deixou marcas no veículo da empresa de escolta, que foi atingido por diversos disparos.

Os bandidos conseguiram escapar e nada foi roubado. Igor Augusto foi socorrido para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. O caso foi registrado na 72ªDP (Mutuá).

Segundo um funcionário, que preferiu não se identificar, ele e seus colegas estão ficando habituados a serem assaltados em São Gonçalo. “Infelizmente, temos que comemorar quando nada nos acontece. Comemoramos o dia em não somos assaltados. Não era para ser, não pode ser normal a gente ter que se acostumar a passar por esse tipo de situação no nosso trabalho.

Está cada vez ficando mais perigoso. Em apenas dois dias, dois vigilantes foram baleados por ladrões que tentaram roubar a carga. Convivemos diariamente com a insegurança”, indignou-se.

Recordando - Este é o segundo caso de segurança de carga de cigarros que é baleado em São Gonçalo em dois dias. Na última segunda-feira, o vigilante Dagoberto Marciano Cardoso, de 35 anos, foi baleado em uma das pernas durante tentativa de assalto, na Covanca. Ele está internado no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat) e apresenta estado de saúde estável.

No mesmo dia, outras duas equipes de entrega de carga de cigarros também sofreram atentados, no bairro Pacheco, em São Gonçalo, e no Apolo, em Itaboraí.

por Samuel Castro


Alckmin pede à PF 'pente-fino' nas transportadoras de valores - SP

Publicado às 7/26/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

São Paulo-SP
G1.globo.com-26/07/2016: O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou nesta terça-feira (26) em Piracicaba (SP) que pedirá à Polícia Federal (PF) um "pente-fino" nas transportadoras de valores no estado. Empresas que fazem transporte de dinheiro foram alvos de mega-assaltos em diversas cidades paulistas desde novembro de 2015.
Geraldo Alckmin em inauguração de penitenciária em Piracicaba.  Foto: Claudia Assencio/G1
Geraldo Alckmin em inauguração de penitenciária em Piracicaba.
Foto: Claudia Assencio/G1
Nesta madrugada, a suspeita de um novo ataque mobilizou cerca de 50 policiais civis em frente à PROSEGUR, em Campinas (SP). De acordo com a polícia, escutas telefônicas autorizadas pela Justiça apontavam que o bando invadiria o local nesta madrugada.

"Acabei de falar com o secretário de Segurança Pública (Mágino Alves Barbosa Filho). Nós estamos solicitando um pente-fino em todas essas empresas. Temos uma suspeita de que estão armazenando recursos. Quem tem que guardar dinheiro é banco, não é transportadora de valores. O que está fazendo dinheiro dentro da transportadora?", disse.

Segundo Alckmin, essa ação é solicitada à PF porque é ela que autoriza o funcionamento das empresas e faz a fiscalização delas. "Nós vamos ajudar também a fiscalizar, mas tem que ser feito pela Polícia Federal. Além disso precisa ter segurança adequada. Se você transporta na rodovia valores elevados, tem que ter comboio para acompanhar", afirmou o governador.

Transportadoras
Às 14h desta terça, Marcos Emanuel Torres de Paiva, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Transporte de Valores, afirmou ao G1 que a atividade das transportadoras é regulamentada por lei, além de ser autorizada e fiscalizada anualmente pela PF. Ele disse que a guarda de numerários é uma prática "indissociável" do transporte dos valores.

"Isso é normal e não é só aqui. É normal no mundo todo. Onde querem que o dinheiro fique durante a noite depois que é retirado do banco? Dentro do carro-forte? Temos estruturas adequadas para a custódia, tanto é que foram necessárias seis explosões no último assalto (em Ribeirão Preto) para se chegar ao dinheiro", disse Paiva.

Ele afirmou ainda: "Mais fiscalização é sempre bem-vinda, mas não precisamos de pente-fino nas empresas, precisamos de controle das fronteiras, dos explosivos e armamentos, para que essas armas e esses artefatos com os quais somos atacados não cheguem às mãos dos criminosos".

Mega-assaltos
Três cidades do estado de São Paulo registraram mega-assaltos a empresas de valores entre 2015 e 2016. No dia 14 de março deste ano uma quadrilha invadiu a sede da PROTEGE e R$ 50 milhões foram roubados. Sete pessoas foram presas.

No dia 4 de abril a sede da PROSEGUR em Santos (SP) foi invadida por 20 criminosos que roubaram R$ 12 milhões. Três pessoas morreram na ação. Dois policiais militares e um morador de rua. No dia 5 de julho a PROSEGUR de Ribeirão Preto foi o alvo de 20 homens armados que levaram R$ 60 milhões. Ninguém foi preso. Duas pessoas morreram, um PM e um morador de rua.

No dia 11 de novembro de 2015 um mega-assalto ocorreu na PROSEGUR em Campinas. O assalto foi executado por ao menos 20 homens armados.

Do G1 Piracicaba e Região


Polícia faz cerco para evitar assalto em empresa de valor de Campinas - SP

Publicado às 7/26/2016 por Vigilante Tem Notícias 0 Comentário

São Paulo-SP
G1.globo.com-26/07/2016: Cinquenta policiais Civis de Campinas (SP), Vinhedo (SP) e Valinhos (SP) passaram a madrugada desta terça-feira (26) fazendo a segurança da empresa de transporte de valores PROSEGUR. O cerco foi montado na noite de segunda-feira (25) e terminou por volta das 5h15 após uma denúncia e investigações que sinalizavam que uma quadrilha planejava um assalto.
Policiais civis fazem plantão na porta da Prosegur em Campinas.  Foto: Reprodução EPTV
Policiais civis fazem plantão na porta da PROSEGUR em Campinas.
Foto: Reprodução EPTV
De acordo com a polícia, escutas telefônicas autorizadas pela Justiça apontam que o bando invadiria o local nesta madrugada.

“Nós achamos por bem antecipar condutas e evitar danos, ou seja, a investigação policial nos levou a crer que possivelmente ocorreria uma nova tentativa de roubo a uma empresa de segurança na região”, disse o delegado Sandro Jonasson.

Os policiais estavam com fuzis e o perímetro de segurança montado na operação atingiu três ruas no entorno da empresa, que foi atacada por uma quadrilha em novembro de 2015.

Os carros-fortes foram estacionados nas ruas atravessados para evitar que outros veículos passassem em direção a PROSEGUR.

A Guarda Municipal deu apoio vigiando as entradas da cidade pelas rodovias. A Polícia Militar fez rondas nos bairros onde estão instaladas outras empresas de transporte de valores na cidade.

Assaltos
Três cidades do estado de São Paulo registraram mega-assaltos a empresas de valores entre 2015 e 2016.
Câmera registra quadrilha que atacou a PROTEGE atirando com fuzil.  Foto: Reprodução / EPTV
Câmera registra quadrilha que atacou a PROTEGE atirando com fuzil.
Foto: Reprodução / EPTV
No dia 14 de março deste ano uma quadrilha invadiu a sede da PROTEGE e R$ 50 milhões foram roubados. Sete pessoas foram presas.

No dia 4 de abril a sede da PROSEGUR em Santos (SP) foi invadida por 20 criminosos que roubaram R$ 12 milhões. Três pessoas morreram na ação. Dois policiais militares e um morador de rua.

No dia 5 de julho a PROSEGUR de Ribeirão Preto foi o alvo de 20 homens armados que levaram R$ 60 milhões. Ninguém foi preso. Duas pessoas morreram, um PM e um morador de rua.

No dia 11 de novembro de 2015 um mega-assalto ocorreu na PROSEGUR em Campinas. O assalto foi executado por ao menos 20 homens armados.



Do G1 Campinas e Região


Mais Antigas
 

Vigilante Tem Notícias Copyright © 2010 LKart Theme is Designed by Lasantha create a site

Este site não produz qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como um veículo que "ecoa" notícias já existentes na internet.